10 de novembro de 2018

A Diocese de Sobral, cujo padroeira é Nossa Senhora da Conceição, foi criada pelo recém eleito Papa Bento XV em 10 de novembro de 1915, desmembrada da Diocese de Fortaleza, que por sua vez, foi elevada a Arquidiocese.

Na diocese atualmente são 37 paróquias e 2 áreas pastorais distribuídas em 4 Regiões Episcopais (Sede, Vale do Acaraú, Vale do Coreaú e Araras). Passaram por ela 7 bispos: Dom José Tupinambá da Frota (1º, o que ficou por mais tempo, 43 anos), Dom João José da Mota e Albuquerque (2º), Dom Walfrido Teixeira Vieira (3º), Dom Aldo de Cillo Pagotto (4º), Dom Antônio Fernando Saburido  (5º), Dom Odelir José Magri (6º) e Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos (7º e bispo atual).

Os monumentos religioso que marcam a história da diocese são o Arco Nossa Senhora de Fátima, o Cristo Redentor, a Catedral da Sé e as Igrejas centenárias espalhada por todo território diocesano. Ao logo dos anos, por atitude dos bispo quepor lá passaram, foram criadas várias instituições voltada para o atendimento da população, tais como: o Hospital Santa Casa, Clínica Dom Walfrido, Hospital do Coração, o Abrigo Nossa Senhora das Graça e a Fazenda da Esperança. Há também uma grande feito para a comunicação regional, através das Rádios Educadora do Nordeste e Ressurreição e o centenário Jornal Correio da Semana.




26 de outubro de 2018

O Pároco de Coreaú, Pe. Antônio Denilson de Souza, foi nomeado pelo bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, reitor do Seminário de Filosofia São João Paulo II, vaga deixada pelo Pe. Ítalo Arcanjo que vai estudar na Espanha. 
Pe. Denilson já ocupou o cargo de vice-reitor do Seminário Propedêutico, coordenador diocesano de Pastoral e atualmente é vice-reitor deste mesmo  Seminário (São João Paulo II).








13 de outubro de 2018

O Papa Francisco vai canonizar neste domingo, 14, durante a celebração de missa solene na Praça de São Pedro, no Vaticano, Paulo VI, d. Oscar Romero e mais cinco beatos europeus. Entre eles está Nunzio Sulprizio, um jovem de 19 anos que nasceu em Pescara, na Itália, e foi operário e aprendiz de ferreiro. A cerimônia está marcada para as 10h30 no horário local (5h30 em Brasília).

A Oficina para a Canonização, da Arquidiocese de San Salvador, capital de El Salvador, da qual d. Oscar Ranulfo Romero y Galdamez foi arcebispo por pouco mais de três anos, organizou uma caravana para assistir à celebração. Deverão participar quase 7 mil romeiros saídos de El Salvador, segundo o cardeal salvadorenho Gregorio Rosa Chavez. Esses peregrinos estão alojados em hotéis e casas religiosas em Roma.
O maior número do público será formado por devotos do Norte da Itália, da região de Brescia e de Milão, onde Giovanni Montini exerceu o apostolado, antes de ser eleito papa em 1963, quando assumiu o nome de Paulo VI. Espera-se uma multidão próxima de um milhão de fiéis, somando-se as caravanas de devotos de todos os novos santos. A cerimônia de canonização de São João XXIII e de São João Paulo II, em 2014, reuniu aproximadamente 800 mil pessoas, segundo estimativas do Vaticano. 
Falecido em Castelgandolfo, aos 80 anos, em 6 de agosto de 1978, após 15 anos de pontificado, Paulo VI foi beatificado pelo papa Francisco, com a presença do papa emérito Bento XVI, em 19 de outubro de 2014. Seu corpo está sepultado na Basílica de São Pedro em um túmulo simples, como pediu em seu testamento.
Já d. Oscar Romero foi beatificado em maio de 2015. O papa Francisco empenhou-se pessoalmente em seu processo de canonização, que vinha sendo mantido em banho-maria na Congregação para as Causas dos Santos durante os pontificados de João Paulo II e de Bento XVI. Como mártir, ele não precisaria do reconhecimento de um milagre para ser declarado santo, mas foi apresentado um: a cura uma mulher que sofria grave risco de morrer de parto.
Os bispos de El Salvador pediram que Oscar Romero fosse canonizado em San Salvador ou na Cidade do Panamá, onde Francisco participará, em janeiro, da Jornada Mundial da Juventude. Como não poderia viajar a El Salvador e não queria encaixar a canonização na Jornada, o papa marcou a cerimônia para a Praça de São Pedro. 
Ao contrário dos beatos, que têm culto limitado, os santos podem ser venerados no mundo inteiro.
(Fonte: O Estadão)




7 de outubro de 2018


Filho de Antonio Aprígio de Mesquita e de Maria da Anunciação de Sousa. Batizado em Cariré aos 05 de julho de 1955 pelo Diác. Antonio Silveira Bastos. O pároco desta época era o Revmo. Pe. João Batista Ribeiro. 

Iniciou os estudos na Escola Pública Isolada com a professora Maria Augusta. Logo depois foi transferido para o Patronato “Cel. João Rodrigues dos Santos”, antigo Educador Municipal.   O Patronato era coordenado pelas Irmãs Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus. Concluiu a 5ª série em 1966.  Em 1967 foi estudar após exame de seleção ao ginásio e tendo sido aprovado no Colégio Estadual “Dom José Tupinambá da Frota” em Sobral concluindo o curso colegial em 1974. No mesmo ano, ingressou no Seminário Maior de Fortaleza, onde depois do vestibular iniciou o curso de Filosofia de dois anos e o curso de Teologia de quatro anos, em junho de 1980.

Recebeu a sagrada ordem do Diaconato em dezembro de 1979, na Catedral de Sobral, das mãos de Dom Walfrido Teixeira Vieira Bispo Diocesano. No dia 13 de Dezembro de 1981 foi ordenado Presbítero da Igreja pela imposição das mãos de Dom Walfrido Teixeira Vieira, na Igreja Matriz de Santo Antonio de Pádua, em Cariré, sua terra natal. Presidiu a primeira missa no mesmo dia às 19h, na mesma Igreja. 

Fatores que influenciaram sua vocação ao sacerdócio: a religiosidade de sua genitora, a própria comunidade foi uma força, o apoio do vigário de então, Pe. José Aristides Cardoso e, posteriormente, a experiência dos trabalhos pastorais em fim de semana. 

ATIVIDADES PASTORAIS: 

PÁROCO E VIGÁRIO: Vigário cooperador em Massapê – 1982 a 1984 / Pároco de Frecheirinha – Dez/1984 a 12/1994. Neste período ficou também assistindo a Paróquia de Massapê, com o apoio dos Padres: Pe. Raimundo Nonato Timbó de Paiva e Pe. João Batista Nery de Abreu. Em 1995, fixou residência como pároco de Massapê até Fev/2003. Pároco de Mucambo – 2003 a 2008  - Foi Pároco na Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio em Sobral – 2008 a 2013 e Primeiro Pároco da Paróquia de São José no Bairro do Sumaré também Sobral – 2014 a 2017.

PASTORAIS E AFINS: No período de 1981 a 1984, serviu como Vice-Reitor do Seminário Diocesano. Durante dez anos trabalhou como Assessor da PJMP na Diocese. De 1981 a 1991, exerceu a função de acompanhante da Pastoral da Juventude e, em seguida, em virtude das necessidades, colocou-se a serviço das Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s). Em Massapê, lecionou no Colégio “Maria do Carmo Carneiro” e dava acompanhamento pastoral e de formação no Colégio Adauto Bezerra. Foi membro do Colégio de Consultores da Diocese de Sobral. Sempre fomentou, conforme suas possibilidades, o crescimento das CEB’s e demais pastorais em todo o raio da Diocese de das paróquias por onde passou.

Fonte: UNGIDOS DO SENHOR NA EVANGELIZAÇÃO DO CEARÁ (1700 A 2004). Prof. Aureliano Diamantino Silveira. Tomo II.  Pag. 205.


Na manhã deste domingo de eleições, a paróquia de Coreaú foi informado da morte do Padre João Batista de Sousa Mesquita. Ele foi pároco de Mucambo, Massapê, Frecheirinha e da paróquia de São José no Sumaré. Uma de suas últimas missões foi como vigário paroquial de Santana do Acaraú. Foi membro da Comunidade Eclesial de Base - CEB's. (Pascom Coreaú)


A Diocese de Sobral informa que o corpo do Padre Mesquita será velado à partir das 15h na Paróquia São José do Sumaré(Sobral) até as 17h e posteriormente será conduzido a cidade de Cariré onde será velado na Matriz de Santo Antônio, amanhã missa de corpo presente às 9h celebrada pelo Bispo Dom Vasconcelos e o Clero da Diocese de Sobral. (Portal Diocese de Sobral)


27 de agosto de 2018

A Diocese de Sobral está promovendo o Encontro de Formação em Gestão Eclesial nesta segunda-feira, 27, e na terça-feira, 28, no Centro de Treinamento de Sobral (Cetreso). O evento abrange questões dos setores contábil, financeiro e patrimonial e tem como público-alvo sacerdotes, secretários paroquiais e membros de setores financeiros, contábeis e patrimoniais.

O bispo da diocese de Sobral, Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, explica que o principal objetivo é capacitar cada vez mais os sacerdotes e secretários (as) para uma boa administração paroquial. "Temos uma responsabilidade muito grande em administrar o que é do povo de Deus. Sacerdotes são responsáveis por uma comunidade paroquial que não tem fins lucrativos, mas lida com recursos. Precisa ser transparente e saber investir seus recursos para que o evangelho seja anunciado cada vez mais", ressalta.

Um dos assessores é Monsenhor Nereudo Freire Henrique, ecônomo da CNBB. A gestão eclesial está diretamente ligada à profissionalização, segundo Monsenhor Nereudo. "A organização religiosa é uma pessoa jurídica e requer a observância à legislação. Assim, vamos construir um ambiente mais transparente e no qual todos entendam que a gestão é uma ferramenta importante para a evangelização", completa.


24 de agosto de 2018

O coreauense Benedito Francisco de Albuquerque, completa 90 anos de de vida. 

Dom Benedito, atualmente é Bispo Emérito de Itapipoca-CE, faz aniversário neste dia 24 de agosto. O Município de Coreaú, seu torrão natal, deve muitas honrarias a ele, pois durante uma década (de 1954 a 1964), Dom Benedito Albuquerque foi responsável pela implantação de diversas obras, não só de cunho religioso, mas também de caráter social, dentre as quais merece especial destaque o EDUCANDÁRIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE - escola de onde saíram alunos que mais tarde se formaram e se transformaram em 'gente de verdade'. Coreaú se vangloria por ter dado à luz do mundo um ser humano da estirpe de Dom Benedito Albuquerque. (Escrito por Fernando Machado Albuquerque)

Dom Benedito foi ordenado diácono no dia 21 de março de 1953 e ordenado presbítero no dia 8 de dezembro de 1953 na Catedral de Sobral. No dia 13 de dezembro de 1953, celebrou a primeira missa, em sua terra natal, Coreaú. Formado em Sociologia, pela Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma. Foi ordenado Bispo e tomou posse na Diocese de Itapipoca no dia 5 de maio de 1985, na Catedral Diocesana Nossa Senhora das Mercês recebendo nomeação de Dom Aloísio Lorscheider.
No dia 25 de maio de 2005 o Papa Bento XVI aceitou o seu pedido de renúncia por limite de idade ao governo da Diocese de Itapipoca.

Web Tv Pietá

Santo do Dia

Nossos Papas

Nossos Papas
Veneza, Itália; NASCIDO: 23/02/1417; ELEITO:30/08/1464; FIM: 26/07/1471; MORTE: 26/07/1471 (6 anos /54 anos)

Destaques

Histórico